Cadastro Positivo: é bom ou ruim? Conheça a nova regra e como excluir

Cadastro Positivo

O Cadastro Positivo permite que as empresas para as quais você pede crédito enxerguem todo o seu comportamento como pagador, ou seja, tanto os seus deslizes quanto os seus acertos. O cadastro positivo também ajuda as pessoas que nem sempre têm como comprovar renda, mas que nem por isso deixam de pagar suas contas em dia.

Além disso, o Cadastro Positivo pode ajudar a aumentar seu Score de Crédito.

A princípio parece uma ideia muito boa, um jeito de mostrar para os bancos, lojas e empresas a sua boa reputação como pagador. O cadastro positivo é um banco de dados com informações do histórico financeiro da pessoa. Ele tem dados como:

  • Empréstimos tomados
  • Data de compra e financiamento
  • Prazos para pagar
  • Valor das parcelas
  • Quantidade de parcelas
  • Pontualidade com que foram pagas
  • Dados cadastrais (CPF, endereço e contatos)

As informações serão fornecidas por empresas de sua relação:

  • Bancos
  • Lojas de varejo
  • Concessionárias de luz e telefone

O histórico de pagamentos relacionados à contas de consumo de serviços continuados (como água, luz, gás e telefone) também podem ser avaliados pelo mercado para obter uma melhor análise de risco na hora de conceder novos créditos a cadastrados, estender créditos já existentes ou realizar outras transações que impliquem risco financeiro. Assim, aos poucos, você pode construir seu histórico de bom pagador.

Quem fará uso das minhas informações positivas?

Os birôs de crédito gestores do Cadastro Positivo, como a Serasa, receberão as informações das fontes, que são as empresas que realizam negócios e operações de crédito com os consumidores, entre elas: água, eletricidade, gás, telefone. E poderão ter acesso às suas informações o comércio, os bancos, as financeiras e as prestadores de serviços, para definir condições comerciais e preços ajustados às necessidades e ao perfil de cada consumidor.

Mas o que não te contam sobre o Cadastro Positivo?

Bom, a primeira coisa é a alteração da lógica do cadastro: hoje, ele só pode ser aberto mediante solicitação dos interessados. Com as novas regras, qualquer pessoa com CPF pode ser incluída no sistema, e quem não quiser participar é que terá que pedir a retirada.

Segundo, é que a lei que criou o cadastro positivo não estabeleceu nenhum benefício concreto ao consumidor positivo, como por exemplo, a redução dos juros. Então a promessa de juros menores por conta de um cadastro positivo é falacioso. Em geral os juros são os mesmos para todos, em especial nos grandes bancos e financeiras, onde a capacidade de negociação é praticamente inexistente.

Terceiro, é que não se sabe como funcionam os critérios desse cadastro, e, especial, qual é peso de cada item tem para se estabelecer a “capacidade de financiamento” do consumidor positivo.

Quarto, é o tempo que as informações ficam no cadastro positivo. No cadastro negativo como no caso do nome no SPC/SERASA a anotação é excluída após 5 (cinco) anos. Já no cadastro positivo, se o consumidor tiver seu nome incluído no SPC (cadastro negativo) essa informação pode permanecer em seu currículo financeiro por 15 (quinze) anos.

Até os pequenos atrasos nos pagamentos vão permanecer por todo esse tempo registrados no histórico do cadastrado.

Conclusão: Cadastro Positivo vale ou não a pena?

Isso depende! Como foi dito, o cadastro vai expor seu histórico financeiro, tanto o bom quanto o ruim. Pra quem tem tudo bem organizado e paga todas as contas em dia é bom.

Agora, se é uma pessoa que atrasa o pagamento de suas contas, que deixa seus dados desatualizados, que paga o mínimo da fatura do cartão e fica solicitando cartão de crédito toda hora, o Cadastro Positivo não vai te ajudar. Pelo contrário!

Como solicito a exclusão do meu Cadastro?

Você pode sair do Cadastro Positivo a qualquer momento. Basta solicitar formalmente a exclusão a qualquer dos gestores de bancos de dados. O contato deve ser feito por meio dos canais de atendimento disponibilizados presencial ou eletrônico. Após solicitar a exclusão, esse processo será concluído em até dois dias úteis e compartilhado com todos os demais gestores de bancos de dados.

Aqui vai um vídeo sobre o tema:

Como melhorar o Cadastro Positivo

Uma forma de melhorar o cadastro a médio e longo prazo é pagando suas dívidas. Para isso, você tem a disposição as soluções financeiras da BOMSIM:

  • Crédito Consignado
  • Portabilidade de Crédito
  • Refinanciamento
  • Crédito no Cartão

Escolha uma alternativa, ligue 0800 887 0587 e saia já das dívidas!